Casamento Restaurante Vallejo - Pinhais - PR

Biana e Rafael

Cantora Adele em Curitiba? E se casando !!!

Nosso amigo e parceiro cinegrafista "Nossa com este cabelo está noivo está tão parecido com uma Adele, uma cantora, você não é o mais do que isso. Confesso que foi ver uma imagem e fiquei de cara, pura verdad. 

A história que vou contar é de um casal fantástico, eles moraram juntos e se separaram, mas não foram casados, houve um momento em que pessoas boas, com princípios cristãos com conselheiros da noiva "B", ela reavaliou e correu atrás de seus sonhos e e ele, noivo "R", o que queria, foi iniciado uma nova história, história essa que o Pai Celestial disse amém, uma vez que é uma conclusão que parece óbvia para uns e estranha para outros, eles se prepararam para CASAR, e Então começou uma saga da vitória. 

Claro que houveram muitas lutas, dificuldades, mas não são efetuadas estas operações para casar, certamente teriam outras lutas, pois temos "o" proposito, uma forte emoção, o AMOR, e foi assim que começamos a orar. 

O ensaio deles ... foi surpreendente, foi na tarde em que o Bom Deus disse que seria lindo, Sol maravilhoso, céu azulzinho. Quando eu me encontrar no momento dos dois meses e a hora do que eu estou escrevendo no momento em que estávamos ao lado dos dois lagos, eles trocaram olhares fantásticos, carinho, e eu ouvi assim: "Isso é um presente de Deus!" do noivo "R". 

O casamento começou com o making of da noiva, foi em Curitiba, uma tarde muito tranquila, imagine que ela estava com duas madrinhas e muito divertido. Sonhos, eu sou uma personalidade de fazer bagunça, brinquei com as meninas do salão, ou seja, zoei com a galera. Por horas ficamos nos divertindo, como madrinhas ficaram mais do que divinas, e claro, davam a maior força. Antes de sair, com o seu coração, a noiva e sua amada filha ficaram no meio enquanto como madrinhas oravam, foi mágico!  

E o casamento? Foi divino, olha que nunca tinha visto algo assim, foi leve e divertido, todos os padrinhos e convidados participam de forma ativa, até partilhar com a mesma esfera de casamento que nós estudamos, europeus. 

Chegamos ao local da celebração, a noiva ficou no carro, pois estava adiantada no horário, enquanto eu e a minha esposa fomos ver como coisas como não salão, lá estava meu filho acompanhando o noivo "R", conversamos com um cerimonial, onde entregou impresso toda programação, diga-se se passagem, adorei, geralmente não acontece desta forma, assim podemos fazer tudo para colaborar com os demais profissionais, foi tudo muito bem posicionado. Então começou uma celebração, uma entrada de todos, como homenagens e palavra do pastor para o casal, tudo perfeito. Ele chorou ao entrar com sua mãe, não sei o que ela falou ao "pé do ouvido" dele, mas certamente foi emocionante, pois entrou em lágrimas. A noiva "B" chorou ao ver ele, chorou a fazer uma declaração e retribuiu. 

Houve um momento especial, quando ele chorou ao declarar como bodas, e ela limpou como lágrimas dele. Foi o ápice de toda cerimonia no meu ponto de vista. 

Tivemos 30 minutos de espaço para fotografar os noivos em um mini ensaio, o primeiro ensaio depois de casados, foi justamente realizado no prazo, e assim é uma nossa fotografia, emoção e desafios todo o tempo, não fazemos onde havíamos planejado, mas foi perfeito e pode-se dizer, até melhor! 

Ao entrar sem salão de recepção, foi uma festa só, o brinde com os padrinhos, familiares do casal, o corte do bolo. Uma atenção especial para o buquê, que foi feito de fita, o noivo usava uma venda, uma noiva segurava no meio e como pretendentes ficavam na ponta da fita correndo para que o noivo não cortasse uma parte do comprador segurando com uma tesoura, divertido. 

Acabou? não é apenas um começo de uma nova história, esta parte foi o marco da história que continua sendo escrito nesse momento. 

Para comemorar este amor, eu quero dizer, obrigado Deus e ao casal B & R por ter me dado a oportunidade de fazer parte e registrar esta história tão emocionante.